A ciência afirma: você não é o que você está vivendo!

0
69

A Inteligência Espiritual cientificamente nos afirma que somos seres espirituais que possuem uma mente e habita um corpo, e que temos contato com as inteligências de cada uma de nossas partes, como podemos ver na tabela a seguir:

O fato é de que a ciência se preocupou inicialmente pelo estudo do corpo, passou a estudar a mente e só há praticamente 10 anos reconheceu o espírito. Tais estudos nos levam hoje a afirmar que somos criados perfeitos, porém,  por ignorância,  durante séculos, estivemos sem saber usar nossas capacidades mentais e espirituais. 

O ser humano é o único ser de quem temos conhecimento que pode tomar decisões, pois tem o livre arbítrio. De posse dos fatos relatados até aqui, agora acompanhe este pensamento respaldado e aceito na atualidade pela comunidade científica. Nascidos perfeitos e com nossa mente vazia começamos a crescer no meio para o qual vimos, usando apenas de nossos sentidos do corpo, isto é, visão, audição, olfato, paladar e tato, para captar nossas crenças, ou seja, o que é certo e/ou errado. A partir de uma certa idade vem a fase dos “porque’s”, começa então a ficar claro do porque somos diferentes do restante dos demais seres vivos e coisas que conhecemos na terra. A seguir iniciamos estudos em escolas que privilegiam apenas o nosso lado intelectual, não dando asas para nossos pensamentos. Absorvemos mais e mais crenças estipuladas por outras pessoas que passam a ser nossas verdades. Assim como o universo estamos em expansão, mas cuidado, esta expansão, muitas vezes, vem da realidade de outros que podem não fazer mais sentido para os dias atuais ou, pior ainda, ir contra as leis universais.

Pelo fato do sistema de ensino ainda vigente ser voltado a nos fornecer conhecimento para aumentarmos nossas funções intelectuais, lógicas e seriais, pensamos da maneira do quem nos ensinou, mas isto pode vir de gerações e gerações passadas, como disse nem possuem algumas vezes mais sentido.

Logo após um início de disseminação e interesse nas emoções que temos e de onde surgiu o conceito da Inteligência Emocional, aceita pela comunidade científica, vem a modelação da Inteligência Espiritual, que nos leva a se integrar a natureza, passamos a ser holísticos. 

Entenda o porque do título deste artigo sabendo que a Inteligência Espiritual pode ser avaliada por nosso comportamento e a não ser que realmente passemos a pensar e mudar nossas crenças, estaremos vivendo a crença de outros.

Jorge Penteado

 

 

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here